Vai ser um campeonato a três. Acrescento as equipas de arbitragem

Vai ser um campeonato a três. Acrescento as equipas de arbitragem

Jogo: “Campo difícil. Encontrámos um Belenenses muito competitivo e muito agressivo. Nós também entrámos bem. Tivemos uma situação ou outra que podíamos ter feito golo. Eles a primeira vez que vão à baliza, fazem golo. Há uma situação ali no meio campo, em que o VAR existe e é para ser utilizado. Acabámos por criar mais situações que com mais discernimento e um relvado melhor podíamos ter ido para o intervalo em vantagem. No segundo tempo, houve um remate do Belenenses à nossa baliza, tivemos uma bola ao poste, quatro situações para fazer golo. O Belenenses metido todo lá atrás, perdas de tempo constantes,.. São dois pontos perdidos aqui, o campeonato é longo, mas estamos preparados para o que aí vem. Os jogadores estão frustrados”.

Campeonato a dois, com FC Porto e Benfica: “A três. Vai ser um campeonato a três. Acrescento as equipas historicamente candidatas ao título e as equipas de arbitragem. Com as equipas de arbitragem que têm existido nesta Liga fica mais difícil. É preciso que decidam bem. Começou o ano passado com este senhor [João Pinheiro] e agora este ano. Assim fica mais difícil”.

Este resultado atrapalha, uma vez que o FC Porto fica a quatro pontos do Benfica?: “Não atrapalha nada. Temos de ganhar os jogos que faltam e estamos aqui para ganhá-los”.

O que disse ao árbitro João Pinheiro?: “Fica entre mim e ele”.