Sporting 1-2 FC Porto – Crónica

Sporting 1-2 FC Porto – Crónica

Grande vitória em Alvalade do Futebol Clube do Porto! Foi 1 vitória muito feliz mas limpinha e sem ajudas de padres. O FC Porto entrou bem e marcou o 1-0 por Marega aos 7 minutos após um passe fabuloso de Corona. Mas depois do golo, o clube azul e branco em vez de partir para cima do adversário- que estava atarantado e desorientado- optou por gerir o jogo e a partir dos 15 minutos permitiu ao clube da zona de Alvalade jogar no seu meio campo. No entanto, o clube dos “viscondes” não conseguiu criar grandes oportunidades de golo. Só que em cima do intervalo, o Sporting empatou graças a 1 desconcentração e a várias falhas da equipa portista.

Na 2ª parte, o clube da zona de Alvalade entrou melhor, dispôs de algumas oportunidades de golo mas não conseguiu concretizar. Nessa altura disse para mim mesmo: os deuses da fortuna estão connosco, vamos ganhar o jogo. Foi o que sucedeu. Aos 65 minutos Sérgio Conceição colocou Luís Díaz no lugar de Nakajima. Diga-se que Nakajima era o único jogador portista que conseguia criar desequilíbrios no último terço do terreno. Com esta substituição, Marega passa para o lado direito e Luíz Díaz fica no lado esquerdo do ataque. E tudo mudou. Luís Díaz trouxe velocidade, imaginação e capacidade de criar desequilíbrios, Soares melhorou substancialmente de rendimento, Marega passou a jogar no lado em que rende mais e impediu que Acuna subisse tanto no terreno e a equipa azul e branca fechou melhor os flancos e não deixou que o adversário saísse com tanta facilidade para o ataque. Aos 73 minutos Soares fez o 2-1 final na sequência de 1 canto marcado por Alex Telles. E até ao final do jogo, o FC Porto esteve melhor e dispôs das melhores oportunidades de golo: Luíz Díaz por duas vezes e Alex Telles podiam ter feito o 3-1. Destaque para Soares, Nakajima, Corona e Luíz Díaz. Mbemba que entrou para o lugar de Pepe ainda na 1ª parte entrou bem e esteve seguro.

Vitória feliz mas limpa do FC Porto.

A partir deste momento, exige-se à equipa azul e branca muita concentração, solidez defensiva, equilíbrio táctico e eficácia na finalização. E muita lucidez e sensatez pois o polvo vai continuar a fazer das suas conforme se viu no jogo de ontem.

Agora venha o Moreirense!

P.S: Apesar da força do polvo vermelhusco e apesar das arbitragens vergonhosas, continuo a acreditar no título. Esta vitória vai dar muito ânimo e confiança à equipa e vai colocar em sentido a turma de carnide que, como sabemos, joga pouco futebol

Nuno Morujão