Sérgio Conceição “Não me sinto melhor treinador por lançar o Taremi, que...

Sérgio Conceição “Não me sinto melhor treinador por lançar o Taremi, que matou o jogo”

Imagem: Lusa

“O jogo foi bem disputado. Não ter pessoas no estádio é uma pena. Entrámos muito bem. Tivemos ocasiões em que podíamos ter feito golo antes do Sp. Braga. A equipa compacta e a perceber a ocupação do espaço e acabámos por sofrer o golo no único remate enquadrado do adversário. O Braga teve uma boa ocasião no início da segunda parte, depois é verdade que tentou, mas controlámos bem o jogo. O nosso meio-campo conhece-se muito bem: o Sérgio, o Matheus Uribe e o Danilo. E esse conhecimento é importante para enfrentar uma equipa como o Sp. Braga.”

“Às vezes, não acerto tanto como hoje ao lançar um jogador que matou o jogo, como foi o Taremi. Mas também não me sinto melhor treinador por isso. Jogar no Rio Ave ou no Santa Clara, com todo o respeito, é diferente de jogar no FC Porto. A exigência e ambição é muito grande e muito alta. Normalmente, os jogadores que vamos buscar fazemos questão de conhecer o carácter deles e a forma como se dedicam à profissão e como lidam com a pressão. Os jogadores que fomos buscar podem encaixar neste tipo de pressão. O Taremi é um jogador muito inteligente nas movimentações ofensivas, em procurar espaço onde não o há. O Zaidu tem um potencial enorme. É jovem, tem muita coisa a aprender. Mas são jogadores com grande potencial.”