O resumo do jogo em poucas palavras.

O resumo do jogo em poucas palavras.

Num jogo em que se avizinhava a provável confirmação do apuramento para a fase a eliminar ( visto que a formação portista apenas precisava do empate , podendo ainda garantir já a passagem em 1º lugar se o seu resultado fosse melhor do que o resultado do Chelsea ) , a equipa portista foi “presenteada” com a 1ª derrota desta época em jogos oficiais . Com 9 alterações ao onze onterior ( respetivo ao jogo da taça ) e uma boa afluência ao estádio por parte do público, esperava-se outro desfecho para esta partida.

O Porto entrou a jogar usando o modelo ” passe/posse/pressão” , que se traduziu numa pressão muito alta junto à área da equipa ucraniana, retirando ao adversário capacidade de construção de jogo. O jogo disputava-se, principalmente no meio campo ofensivo , encostando o Dínamo ” ás cordas ” , durante os primeiros 20 minutos da partida.
Após estes 20 minutos de pressão e troca de bola, os dragões baixaram o ritmo, e repartiram a iniciativa de jogo com o Dínamo de Kiev, que veio equilibrar as estatísticas da partida.

Esta baixa de ritmo foi notada quando aos 27 minutos a bola embate no poste portista após cabeceamento e quando aos 33 minutos após a conversão de uma grande penalidade o Dínamo se adiante no marcador.
Chega-se ao intervalo com um resultado injusto onde o Porto foi sem dúvida o claro dominador e não merecia estar atrás no marcador.
A 2ª parte foi marcada pelo regresso de André André ao jogo que pretendia dar mais “raça” e “fôlego” à dinâmica de jogo portista. A reação não se fez esperar com ataques contínuos pelas alas. Brahimi, Rúben Neves e Imbula trabalharam incansavelmente em busca de aberturas e desiquilíbrios, que foram deitados por terra quando aos 63 minutos, num remate aparentemente inofensivo á baliza portista a bola acaba no fundo das redes ( com culpas para Casillas ) , aumentando a vantagem do Dínamo e dificultando mais as contas à formação portista.
Até ao final do jogo a apatia portista foi generalizada, registando ainda duas bolas aos ferros da baliza ucraniana antes do término da partida ( 77 e 92 minutos ).

Resultado que vem manchar o percurso bom que os portistas tinham feito até aqui na prova, e que vem obrigar os dragões a obter uma vitória ( ou não, dependendo do resultado do jogo do Dínamo ) em Standford Bridge.

1