O FCP viu o golo que lhe daria a vitória (pelo menos...

O FCP viu o golo que lhe daria a vitória (pelo menos até ao momento em que aconteceu) contra o Rio Ave anulado pelo VAR assinalando um fora-de-jogo de, dizem, 3 cm

Fui fazer contas.

A imagem abaixo tem algumas notas que detalho aqui:

1) a distância entre as linhas das áreas é de 11 metros;

2) na imagem que retirei do vídeo (e à resolução com que estou a trabalhar) corresponde a 368 pixeis (1 pixel é a unidade mínima de uma imagem no computador);

3) o que permite calcular que 3 cm no terreno de jogo correspondem a um pouco mais de um pixel na imagem (1.0036 mais precisamente);

4) a linha rosa desenhada tem essa largura de 3 cm e é uma linha destas, de 1 pixel de largura, o que separa, dizem, o ponto mais adiantado de ambos os jogadores;

5) uma faixa azul ou branca do equipamento do FCP tem cerca de 9 cm;

6) as linhas de marcação do campo, cerca de 12 cm;

7) a imagem do equipamento do jogador do FCP alegadamente em fora-de-jogo está precisamente sobre a linha de grande área o que significa que o branco da camisola pode, eventualmente, ser indistinguível do branco da marcação da grande área e que apesar desta aparente incerteza terá sido de grande ajuda para estimação da posição relativa dos jogadores.

Não obstante tudo isto, não obstante estarmos a falar de uma largura de 1 pixel, a equipa que manejava o VAR não teve dúvidas.

Eu também não tenho nenhuma dúvida sobre as razões desta decisão.