“Formação? Não faço favores a ninguém, se têm qualidade jogam”

“Formação? Não faço favores a ninguém, se têm qualidade jogam”

Análise: “Estou satisfeito. Nunca é fácil defrontar equipas de escalão inferior, porque jogam com uma motivação enorme. Cumpriram o que lhes foi pedido defensivamente, na primeira parte, e isso dificultou-nos a vida, apesar de termos tido uma ou outra oportunidade que podíamos concretizar melhor. Mas os jogadores estiveram bem e foi uma vitória justa contra um digno defensivo.”

Palestra ao intervalo: “Não vou partilhar o que disse ao intervalo. Mas o importante era manter o que tínhamos feito na primeira parte e talvez definir melhor na zona de finalização e concluir de forma diferente. Mas a equipa estava bem, a circular com qualidade na largura. A utilizar o espaço nas costas da linha defensiva. E era difícil o Casa Pia continuar com a mesma intensidade da primeira parte se nós continuássemos a jogar do mesmo modo.”

Golo de Saravia: “Não olho para esse tipo de situações. Olho para a prestação da equipa e a equipa tem qualidade e individualmente também esteve bem.”

Jogadores da formação na equipa principal: “Acabámos com cinco jogadores da formação, mais o Bruno Costa que saiu são seis. Não faço favores a ninguém, se têm qualidade jogam, se não têm continuam o seu trajeto noutras equipas. Alguns jogadores da B e dos sub-19 ainda não têm arcaboiço para a primeira equipa e têm de fazer o seu percurso natural. Estou atento, tenho uma boa ligação com o Rui Barros [treinador da equipa B] e o Tulipa [treinador dos juniores], não promovo ninguém de forma gratuita, mas porque merecem e têm capacidade para jogar.”