FC Porto destaca VAR: “Nem sempre acontece nas competições nacionais”

FC Porto destaca VAR: “Nem sempre acontece nas competições nacionais”

Grande penalidade que valeu a vitória à turma azul e branca foi assinalada após intervenção do videoárbitro.

O FC Porto carimbou na quarta-feira a passagem aos quartos de final da Liga dos Campeões ao vencer a Roma por 3-1, no Estádio do Dragão, na partida da segunda mão dos “oitavos”.

O terceiro golo azul e branco surgiu já em tempo de prolongamento, através de uma grande penalidade convertida por Alex Telles e que foi assinalada após intervenção do videoárbitro (VAR) e consulta das imagens do lance por parte do árbitro turco Cuneyt Çakir. Na newsletter “Dragões Diário”, o clube da Invicta não deixou passar em claro.

“Impõe-se uma nota sobre a arbitragem: o golo decisivo da eliminatória foi marcado através de um penálti assinalado após intervenção do videoárbitro, que alertou Cüneit Çakir para a falta sobre Fernando Andrade. O árbitro viu as imagens e decidiu bem, sem medo. Como deve ser. Como nem sempre acontece nas competições nacionais”, referiu o FC Porto.