FC Porto 0-2 Dinamo Kiev – Crónica

FC Porto 0-2 Dinamo Kiev – Crónica

Sem ideias. Sem fio de jogo. Sem intensidade.

É assim que joga o Porto.
Fazemos 3-4 jogos bons, para depois nos andarmos a arrastar.

Qualidade? Não falta. Mas há que pôr os meninos a mexer.

Quando se entra com o onze errado e ao intervalo se mexe na posição de 3 jogadores em sitios de risco ( Danilo, André e Indi ) é natural que se pague caro.
Já para não falar que o nosso primeiro lance de perigo foi criado aos 39 minutos e que o resultado ao intervalo poderia ter sido 0-3, não fosse Casillas e o Poste a salvar-nos.

É natural que muitos tenham passado de defensores a críticos de Lopetegui nos últimos meses.
Se na primeira época se deu o benefício da duvida por não conhecer o nosso campeonato e por ter sido prejudicado pelas arbitragens algumas ocasiões, este ano não se pode tolerar esta falta de ideias e de qualidade.

Temos quase sempre 60% de posse de bola ( ou mais ). Tudo bem. Mas grande parte da posse é na nossa defesa.
São precisos 35 cantos falhados para marcamos um golo de canto. Penso que até uma equipa de anões faria melhor.
E remates? 80% deles vão para fora. E os que acertam a baliza quase nunca criam perigo.

Se houvesse um défice de qualidade dos jogadores, entendia-se. Mas nós temos um dos melhores planteis dos últimos 10 anos. Se não o melhor. Porque, tenho a certeza que com um treinador que saiba treinar, seriamos capazes de bater qualquer equipa.
Pena? Só dos jogadores e dos adeptos. Ver 11 rapazes completamente perdidos em campo dá tristeza.
Parecemos um equipa sem esperança! Onde até um dos jogadores que até agora menos tem falhado, deu um frango descomunal.

E na direção? Ninguem vê isto? Deixaram todos de perceber de futebol?
Lopetegui tem lugar no Porto, tem. Como olheiro ou diretor de alguma coisa. Já se viu que não é mau a contratar jogadores.

Agora, fazer desses jogadores uma equipa de qualidade é que será uma tarefa para outro.
Não vale a pena falar em nomes. O que não falta são treinadores com qualidade a quererem treinar no Dragão!

Sem ideias. Sem fio de jogo. Sem intensidade.