Desmascarando as mentiras da comunicação social

Desmascarando as mentiras da comunicação social

A 19 de Agosto, aquando do segundo golo do FC Porto frente ao Belenenses SAD (0-2), no Jamor, em jogo a contar para a Liga, a Sporttv colocou no ar uma imagem com os presidentes dos dois clubes a esboçarem um sorriso.

Mesmo sem se saber se reporta àquele momento do segundo golo (ou se, por exemplo, tinha sido guardada pela realização para servir de separador a qualquer momento), essa imagem serviu de rastilho para uma polémica plantada na internet logo após o apito final. Sim, plantada. As redes informais da propaganda benfiquista, aqui representadas por três dos seus principais vértices (em cima), fizeram passar a ideia de que o Belenenses teria facilitado, aproveitando o facto de o golo ter sido precedido de um erro defensivo para adensar a ideia.

Hoje, meses depois daquele jogo e alguns minutos após o Belenenses se colocar na frente do marcador, a mesma Sporttv colocou no ar uma imagem (em baixo) dos mesmos presidentes a esboçarem um sorriso idêntico. Não era de felicidade pelo resultado, certamente, no caso do presidente do FC Porto, e, tal como em Agosto, era uma imagem retirada de um contexto específico, desconhecido do público. Portanto, sem qualquer relevância ou significado.

Mas importa notar que, desta vez, a rede da propaganda benfiquista passou ao lado.

São estes os cancros do futebol, que se alimentam de polémicas plantadas e fazem disso um modo de vida.

A estratégia é a mesma de sempre: acusar os outros daquilo que eles próprios fazem. Criar cortinas de fumo e um pântano comunicacional onde todos se confundam e só os mais imundos sobrevivam.