Brahimi: «Temos de trabalhar e melhorar esse aspeto de sofrer primeiro»

Brahimi: «Temos de trabalhar e melhorar esse aspeto de sofrer primeiro»

Brahimi admitiu este domingo na ressaca do triunfo do FC Porto em casa diante do Rio Ave que o encontro foi difícil, tal como já seria de esperar por parte dos azúis e brancos. O argelino foi um dos melhores dos campeões nacionais, marcando o golo do empate.

“Foi um jogo complicado. Sabíamos que o Rio Ave joga bem. É verdade que sofremos um golo a abrir e tivemos de andar atrás do resultado, mas acho que o mais importante é a vitória, o espírito do grupo e dos jogadores. Temos de trabalhar e melhorar esse aspeto de sofrer primeiro”, confessou o norte africano, que desvalorizou o facto de voltar a sofrer primeiro. “Entrámos bem, mas não muito bem porque se não não sofríamos. Temos de continuar a trabalhar e procurar melhorar, nada mais.”

A reação forte à desvantagem foi destacada. “É verdade que acho que já é o 5. jogo em que sofremos na primeira parte, mas é bom reagir forte depois do golo. Isso demonstra o grande espírito da nossa equipa.”

Esta vitória foi, assegura, uma prenda de Natal para os adeptos. “É sempre importante acabar bem o ano e obrigado a todos pelo apoio. Vamos tentar seguir assim”, garantiu, antes de falar das 15 vitórias seguidas. “Isso significa que temos de seguir e ir buscar mais.”