Belenenses 1-2 FC Porto – Crónica

Belenenses 1-2 FC Porto – Crónica

O Futebol Clube do Porto venceu o Belenenses por 2-1 no Estádio do Jamor e assegurou a presença na final four da Taça da Liga. A equipa azul e branca alinhou praticamente na máxima força- do onze titular só não jogaram Casillas e Soares- e a equipa do Restelo poupou vários jogadores pois já não tinha hipóteses de chegar à final four. Na 1ª parte, o Belenenses esteve melhor e surpreendeu um FC Porto apático, displicente e sem intensidade de jogo. Aos 6 minutos, o Belenenses fez o 1-0 beneficiando da falta de agressividade da equipa portista. Até aos 20 minutos, a equipa portista pouco fez para alterar o rumo dos acontecimentos. A partir desse momento, o clube azul e branco começou a criar algumas oportunidades de golo e aumentou o ritmo de jogo. E aos 36 minutos, Sérgio Conceição fez 2 alterações, colocando Soares e Hernâni nos lugares de Maxi e Bruno Costa. O FC Porto intensificou a pressão e criou várias oportunidades. Ao intervalo o Belenenses ganhava por 1-0. Na 2ª parte, só deu FC Porto. A equipa azul e branca empurrou o Belenenses para a sua grande área, criou- e desperdiçou- muitas oportunidades de golo e deu a volta ao resultado com golos de Marega aos 53 minutos e Soares aos 63 minutos. O resultado peca por escasso. O resultado mais justo seria 5 ou 6-1 a favor do FC Porto. Destaque para o bom jogo de Marega, Soares, Corona, Hernâni e Felipe. Com este resultado, o FC Porto obteve a 16ª vitória consecutiva e bateu o recorde de Artur Jorge da época 1984-1985.

Aspectos a reter deste jogo:
-Primeiros 20 minutos muito fracos.
-Reacção fortíssima do FC Porto a partir dos 30 minutos.
-A falta de eficácia na finalização do FC Porto.
-A grande exibição de Mika, guarda-redes do Belenenses.
-A vontade de Sérgio Conceição em assegurar a passagem à final four da Taça da Liga e que se reflectiu nas substituições operadas e na mudança de atitude da equipa a partir da meia hora de jogo.

Só espero que o facto de não ter havido poupanças nesta partida não tenha repercussões nos próximos jogos.

Agora venha o Aves!

Um bom 2019 para todos!

Nuno Morujão